Chanceler da Venezuela chama Bolsonaro de ‘neofascista’


Enquanto confrontos entre manifestantes e forças de segurança são registrados por toda Venezuela, a cúpula chavista segue atacando opositores.

O chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, condenou nesta terça-feira (30) o apoio do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, ao presidente interino Juan Guaidó.

"Denunciamos o apoio do dirigente neofascista Jair Bolsonaro à tentativa de golpe de Estado”, escreveu Arreaza.



Bolsonaro havia pulicado também no Twitter, mais cedo, que o Brasil “está ao lado do povo da Venezuela, do presidente Juan Guaidó e da liberdade dos venezuelanos”

 O líder opositor afirma, por meio de suas redes sociais, ter apoio de militares contra o que chama de “usurpação” e diz ter respaldo da comunidade internacional para um “irreversível processo de mudança” no país.

Fonte Renova Mídia

Postar um comentário

0 Comentários