terça-feira, 11 de dezembro de 2018

PF faz busca e apreensão na casa de Aécio mas ministro do STF impede prisão

Na manhã desta terça-feira, a Polícia Federal cumpriu no Rio de Janeiro e em Minas Gerais mandatos de busca e apreensão em imóveis de Aécio Neves e sua irmã Andréa Neves. 


A polícia Federal chegou a solicitar a prisão domiciliar de Aécio, Andréa e outros alvos da operação, mas o STF negou os pedidos.

O pedido de Aécio foi negado tanto pela PGR quanto pelo ministro Marco Aurélio de Mello que afirmou não ter encontrado elementos para imposição de medidas cautelares contra Aécio.

"Quanto à representação por aplicação de medidas cautelares da prisão, tem-se impropriedade. Relativamente ao investigado, Aécio Neves, não há dados concretos, individualizados, a demonstrarem a indispensabilidade das medidas pretendidas. O órgão acusador, ao manifestar-se, destacou que a situação de plena liberdade do investigado não representa risco à ordem pública. Descabe partir-se da capacidade intuitiva, olvidando-se que a presunção é de postura digna, ante o fato de o investigado estar submetido aos holofotes da Justiça” declara o ministro em decisão.

Marco Aurélio também afirmou que “inexistem elementos objetivos acerca do risco de abandono do país, havendo elos com o Brasil”, justificando assim a negativa ao pedido de recolhimento do passaporte do tucano.

 Informação dO Antagonista.

Fonte  República de Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário