Futuro chanceler diz que Brasil sairá do Pacto Global de Migração da ONU

"A imigração é bem vinda, mas não deve ser indiscriminada”, foi a frase escolhida pelo futuro chanceler Araújo para iniciar uma série de tuítes sobre o Pacto Global de Migração da ONU.

O futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, anunciou pelo Twitter que o “governo de Bolsonaro se desassociará do Pacto Global de Migração” das Nações Unidas.

O Pacto Global para uma Migração Segura, Ordenada e Regular das Nações Unidas (ONU) foi aprovado nesta segunda-feira (10) por mais de 150 países presentes na conferência intergovernamental da organização na cidade de Marraqueche, no Marrocos.

O diplomata que assumirá o Itamaraty classificou o documento da ONU como um “instrumento inadequado”.

"A imigração não deve ser tratada como questão global, mas sim de acordo com a realidade e a soberania de cada país”, acrescentou Ernesto Araújo.

Confira abaixo as mensagens escritas pelo embaixador indicado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro para representar o Brasil internacionalmente

Fonte : Renova Mídia

Postar um comentário

0 Comentários