Coletiva do PT termina sem a presença de Lula e chateia petistas


Sob o comando da deputada eleita e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) Gleisi Hoffmann, o partido do ex-presidente Lula convocou uma coletiva de imprensa na esperança de que o líder, preso em Curitiba, fosse agraciado pela decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello.

Antes da revogação da liminar de Marco Aurélio feita pelo presidente do STF Dias Toffoli, o líder do PT na Câmara Paulo Pimenta desferiu diversos ataques à operação Lava Jato e a juíza Carolina Lebbos.
“Se alguém tinha alguma dúvida da perseguição judicial ao presidente Lula, deixaram de ter.”
Mesmo cumprindo pela por corrupção e lavagem de dinheiro, o ex-presidente Lula foi defendido por Gleisi Hoffmann.
“É uma prisão política. Eles não querem soltar Lula.”, disse a deputada.
A comitiva de deputados e senadores que aguardavam a presença de Lula na comemoração acabou sendo surpreendida pela decisão de Dias Toffoli e encerram a coletiva.
”Feliz natal pra vocês ai”, completou Gleisi.

Fonte MBL NEWS

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.